Pack Expo East

03/03/2020 a 05/03/2020

LATAMCAN 2020

04/03/2020 a 06/03/2020

Veja todos os eventos
fechar

Projeto de rastreabilidade de medicamentos exige preparação das indústrias na fase de implementação


https://science.talknmb.com.br/wp-content/uploads/2019/11/artigo_curto_Rastreabilidade-de-medicamentos-1-1170x508.jpg

De acordo com a ANVISA, a Lei 11.903 criou o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) com o objetivo de acompanhar os medicamentos em toda a cadeia produtiva, desde a fabricação até o consumo pela população.

A rastreabilidade realizada pelo SNCM trará benefícios significativos, que vão desde uma maior segurança de pacientes e de profissionais em relação aos medicamentos utilizados, até um maior controle de produção e de logística, além de facilidades de fluxos e manutenção de padrões regulatórios de conformidade.

O projeto de rastreabilidade de medicamentos ainda está em fase piloto, porém para se adequar a esse novo processo é importante analisar os processos da empresa e ver os desafios que realmente existem em cada departamento, fazendo assim com que a implementação seja mais fácil. Também é de grande importância que a empresa estude sobre os novos processos previamente, evitando a perda de produtividade no momento que inserir essa nova etapa em sua produção.

“Todo o estudo que é feito, no entendimento da rastreabilidade como um todo, e vendo tudo que pode ser modificado para gerar melhorias dentro do processo, ajuda a diminuir essa perda de produtividade. Outra coisa muito importante é esclarecer os mitos e verdades que são ouvidas dentro do processo de rastreabilidade no mercado, entender o que realmente a ANVISA está esperando dos laboratórios e o que é realmente importante que os laboratórios analisem como crucial para a data zero, a data de hoje”, opina Fernando Ribeiro, Gerente de Contas na SeaVision-Lixis, empresa de rastreabilidade.

(Fonte: Talk Science, 14 de novembro de 2019)

Deixe seu comentário

  • Maicon Oliveira

    18/12/2019

    Com certeza a tecnologia de identificação por rádio frequência (RFID) pode agregar valor para toda a cadeia de suprimento.