Korea Pack 2020

27/07/2020 a 30/07/2020

IPF INTERNATIONAL PLASTIC FAIR JAPAN

06/10/2020 a 10/10/2020

Veja todos os eventos
fechar

Com 90 dias de pandemia, varejo online cresce 67,3% e fatura R$ 4,1 bilhões em São Paulo


A comodidade das compras online – e o medo de contrair a Covid-19 – aproximaram os paulistanos do e-commerce, trazendo resultados significativos para os varejistas digitais. Um estudo realizado pelo Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, mostra que as compras pela internet realizadas no município geraram faturamento de R$ 4,1 bilhões entre 24 de fevereiro e 24 de maio, alta de 67,3% em relação ao mesmo período de 2019.

O aumento expressivo em valores pode ser explicado pela maior quantidade de pedidos realizados. Ao todo, 12,1 milhões de compras foram feitas nesse período – número 82,1% maior do que o registrado no mesmo intervalo do ano passado.

As categorias mais consumidas estão longe de serem as mais caras e podem estar relacionadas à busca por mais conforto dentro de casa. No topo da lista das que apresentaram maior crescimento em vendas no período, estão: Cama, Mesa e Banho (+187%), Brinquedos (+153%), Beleza e Perfumaria (+151%) e Pet Shop (+130%). Outras como Saúde (+128%) e Decoração (+104%) também estão presentes no ranking.

Vendas online na pandemia

Ainda dentro do mesmo estudo, uma análise individual dos produtos que tiveram maior crescimento em vendas no período mostra uma tendência similar de busca por limpeza e conforto. O item com o maior crescimento em vendas no período foi o álcool em gel (+11003%); seguido por roupas de baixo para crianças (+7516%), toalha infantil (+7215%), produtos para unhas (+7212%) e Pijamas (+7010%).

“Esse comportamento revela a mudança nas prioridades do consumidor durante a quarentena. Hoje, os brasileiros estão fazendo compras recorrentes de itens mais baratos e de necessidade diária; em detrimento de compras únicas de segmentos de maior tíquete médio. Alguns segmentos tradicionalmente importantes nas vendas online e que dependem muitas vezes de ambientes ao ar livre estão perdendo força nas últimas semanas como Câmeras, Filmadoras e Drones”, explica André Dias, Diretor Executivo do Compre&Confie.

No país, dentro do mesmo intervalo de tempo, o e-commerce cresceu 71%, faturando R$ 27,3 bilhões. Ao todo, 68,9 milhões de pedidos foram realizados em território brasileiro, alta de 82,1% em relação ao mesmo período de 2019.

(Fonte: Guia da Farmácia, 22 de junho de 2020)