Varejo farmacêutico cresce 4,2% no 1º trimestre


O primeiro trimestre do varejo farmacêutico brasileiro cresceu 4,2% em comparação ao mesmo período do ano anterior. É o que revela o Shopper Report Farmacêutico, feito pela Bnex, empresa especializada em ciência do consumo. Fevereiro foi o mês que mais contribuiu para o resultado, devido ao feriado de Carnaval, que foi próximo ao período de pagamento dos brasileiros e impulsionou a economia. Além disso, com o reajuste anual que acontece a partir de abril, março destacou-se pelo crescimento de itens no carrinho. Em 2024, o reajuste no preço dos medicamentos foi de 4,5%.

Impacto do reajuste

“Apesar de ser o menor dos últimos 5 anos, é importante entender o impacto no orçamento familiar das classes de rendas menores, que representam a maior parte da população brasileira, direcionando uma procura por produtos mais baratos, como: genéricos e similares, em vez de medicamentos de marca, ou por PDVs que conseguem manter os preços abaixo do teto estabelecido”, analisa Tamara Paccas, estatístico na Bnex.

Projeções

Segundo o estudo, no segundo trimestre, a demanda nas farmácias está relacionada às estações outono/inverno, quando, junto com o início de temperaturas mais frias, acontecem campanhas de vacinação contra gripe e outras doenças sazonais. O cenário também aumenta a procura por medicações relacionadas ao tratamento dessas doenças, como medicamentos isentos de prescrição para gripes, resfriados, febre e dor.

(Fonte: Giro News, 28 de maio de 2024)