Vendas de Leite Longa Vida crescem quase 4% no primeiro semestre de 2013

Vendas de Leite Longa Vida crescem quase 4% no primeiro semestre de 2013O consumo de Leite Longa Vida aumentou 3,9% de janeiro a junho, em comparação a igual período do ano anterior, desempenho que já projeta para 2013 um crescimento de vendas acima dos 4% inicialmente previstos, segundo informações da Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida (ABLV).  Considerando-se que o segmento apresentou números bastante positivos nos anos anteriores (6,7% em 2011 e 5,3% em 2012) e que a categoria tem uma penetração nos lares brasileiros de 88%, o desempenho esperado para 2013 é tido como altamente significativo.

Segundo o presidente da ABLV, Cláudio Teixeira, o crescimento nas vendas se mantém alicerçado no aumento da renda média das famílias, na substituição do leite pasteurizado pelo Longa Vida (UHT), bem como pela migração contínua ao segmento de consumidores que deixam de usar o leite informal, cujo consumo vem caindo significativamente nos últimos anos. Ele lembra que a indústria de leite longa vida é o destino de cerca de 30% do leite inspecionado do Brasil, com uma produção anual de 6,13 bilhões de litros – um negócio de aproximadamente R$ 14 bilhões de reais. Hoje, o leite longa vida representa 78% de leite líquido consumido no País.

Com um olhar mais abrangente, pode-se constatar o Leite Longa Vida mantendo-se cada vez mais como o vetor de crescimento dentro do segmento de leite de consumo. “O setor lácteo, particularmente o segmento de leite de consumo, quando analisado no curto prazo, avança devagar, mas com consistência, e o cenário atual nos mostra que temos um longo caminho pela frente, pois o consumo per capita de lácteos no Brasil ainda está muito longe de seu potencial”, afirma Teixeira.

Dados históricos mostram que o consumo per capita de lácteos como um todo cresceu cerca de 60% nos últimos 20 anos, passando de pouco mais de 100 litros por habitante para 172 litros em 2012. Já o consumo per capita de leite branco, também chamado de leite de consumo, cresceu 70% nesses mesmos 20 anos, saindo dos 31 litros para os atuais 53 litros por habitante/ano. E o leite longa vida teve uma evolução espetacular nesse mesmo período. De um volume anual da ordem de 450 milhões de litros, saltou para os mais de seis bilhões de litros em 2012.

De acordo com dados auditados pela Mintel, nos últimos cinco anos foram lançados 2.943 produtos lácteos no Brasil, sendo que o iogurte líquido & leite fermentado apresentou o maior número de lançamentos, seguido pelo leite branco em segundo lugar, o queijo processado em terceiro, bebidas a base de soja em quarto e iogurte de colher em quinto.

Vendas de Leite Longa Vida crescem quase 4% no primeiro semestre de 2013A Danone foi a empresa que mais lançou produtos no período, seguida pela BRF na segunda colocação, a Nestlé (3º), a Unilever (4º) e a Vigor (5º).

A caixa de cartão foi a embalagem mais utilizada para envasar os produtos no período, seguida por pote em segundo, embalagem flexível (3º), garrafa (4º) e lata na quinta colocação.

Vendas de Leite Longa Vida crescem quase 4% no primeiro semestre de 2013 (Fonte: Revista Laticínio / Centro de Informações ABRE, 22 de agosto de 2013)