Panorama sobre os hábitos e tendências de consumo de maquiagens e perfumes no Brasil

No último Café da Manhã do ano, a ABRE – Associação Brasileira de Embalagem recebeu Jefferson Silva, Gerente de Consumer Insights da Nielsen, que apresentou um panorama sobre os “Hábitos e tendências de consumo no Brasil – maquiagem e perfumes”. Em sua palestra, Silva afirmou que apesar do cenário econômico – perspectivas de crise, inflação em alta, desemprego e endividamento – a atitude do brasileiro em relação ao futuro não foi comprometida. “O brasileiro é o quinto povo mais confiante do mundo”, disse Silva.

O executivo destacou a queda de faturamento dos segmentos de maquiagem e perfumes e ressaltou que as empresas que atuam nesses setores precisam inovar para atrair os consumidores que estão abandonando a categoria. O lado positivo é que o volume de vendas de produtos para a pele do rosto vem crescendo. O corretivo representa só 20% do total vendido, contra 45% de produtos para a boca e 33% dos direcionados à área dos olhos. Porém, o produto de menor representatividade é o que alavancou as vendas no último ano, pois foi o único, entre os três, que ganhou consumidores. A adesão chegou a 275 mil novos compradores. Como pontos de venda, as farmácias obtiveram um crescimento de 33%, enquanto a venda direta perdeu 22% do seu volume.

Em seguida, Vanessa Machado, Gerente de Categoria Maquiagem e Perfumaria, da quem disse, berenice?, franquia do grupo O Boticário – apresentou a palestra “quem disse, berenice? A única regra é contagiar o consumidor”.

A palestrante apresentou a metodologia de estudo e criação desde o nascimento da marca e explicou a estratégia de marketing da empresa. Um dos estudos apontou que existem formas variadas de cílios e para atender às diferentes necessidades a loja oferece mais de 90 opções de aplicação de máscaras, através da venda de aplicadores e frascos separados. Essa é uma das novidades da marca, que tem mais de 560 produtos no portfólio. Segundo Vanessa, “a inovação não precisa ser necessariamente tecnológica”.

As embalagens, por sua vez, são leves, descontraídas e divertidas seguindo o conceito de comunicação e marketing da marca e contou com a parceira e design da Matriz Escritório de Desenho. As embalagens primárias das maquiagens são de modelos standard cilíndricas, simples e com paredes finas. Já os cartuchos foram baseados nos tecidos estampados – coloridas com vários logotipos espalhados na caixa e o nome da marca sobreposto. Já para a perfumaria, as embalagens de vidro fornecidas pela Wheaton, apresentam também formas arredondadas e possuem uma tampa diferenciada em formato de uma boca – logo da marca – fornecidas pela Aptar.

O projeto quem disse, berenice? surgiu no ano passado com 6 lojas, em São Paulo. Terminou o ano com dez unidades e acaba de inaugurar sua 85ª. Atualmente, a startup está em dez Estados brasileiros, além da loja virtual. Com uma comunicação de maquiagem diferenciada, hoje a maca conta com mais de 1,8 milhão de fãs no Facebook, onde a interatividade com os consumidores é constante.

O evento – que contou com o apoio das empresas GS1 Brasil e Nielsen, patrocínio Prata e Bronze das empresas Ibema e Wheaton Brasil, respectivamente – encerra mais uma temporada de Cafés da Manhã ABRE.

(Fonte: DFreire Comunicação e Negócios, 31 de outubro de 2013)