O futuro positivo para o food service no Brasil

O futuro positivo para o food service no BrasilO setor de food service, mercado de alimentação fora do lar, vem crescendo de forma consistente no Brasil, com alta de 246,2% nos últimos 10 anos, e as vendas da indústria para esse mercado crescendo, em média, 13,2% ao ano. “Em 2018, o faturamento do setor de food service subiu 4,8% ante 2017, chegando a R$ 172,6 bilhões. O que tem crescido cada vez mais são os restaurantes e as redes de fast food. As novidades do setor, que também merecem destaque, são os restaurantes virtuais, que só trabalham de forma digital, e os serviços de delivery que têm crescido bastante nos últimos anos”, comenta João Dornellas, Presidente Executivo da ABIA – Associação Brasileira da Indústria de Alimentos, em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News.

Tendências chegam para alavancar

Ainda segundo João, as pessoas estão buscando cada vez mais comodidade, prova disso é o crescimento dos aplicativos de delivery, além de outras novidades no segmento. “Restaurantes tradicionais implementando delivery, redes de supermercados com serviços de alimentação dentro das lojas, estabelecimentos automatizados  onde não há funcionários para preparar os pratos, tudo é feito por robôs, e aumento do segmento de restaurantes para vegetarianos e veganos são tendências.”, complementa. De olho no mercado de alimentação saudável, o presidente ressalta: “A busca por pratos mais nutritivos e a exigência do consumidor por uma alimentação mais leve, tem influenciado o mercado na busca por inovação”.

De acordo com dados do Departamento de Inteligência e Competitividade da ABIA, em 2004 o consumidor gastava com alimentação fora do lar o equivalente a 25,4% do seu orçamento total. Em 2010, esse custo subiu para 31,2% e em 2017 para 34,5%.

(Fonte: Giro News, 05 de abril de 2019)