Mudança nos hábitos de consumo já se reflete no mercado de embalagens

Mudança nos hábitos de consumo já se reflete no mercado de embalagensSegundo dados da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (ABIGRAF Nacional), baseados em informações do IBGE, a produção de embalagens impressas em papel e papelão teve crescimento de 1% em março de 2012, na comparação com o mesmo mês do ano passado. O índice reflete, por um lado, um declínio na produção de embalagens de plástico (-12%) e, por outro, um importante crescimento de 3,9% das embalagens impressas em papel e papelão.

A mesma tendência apresenta-se nos dados trimestrais e dos últimos 12 meses. No primeiro trimestre de 2012, a produção relativa ao grupo gráfico de embalagens cresceu 2,05% em relação a igual período de 2011. O desempenho positivo deveu-se à expansão de 4,7% das embalagens impressas de papelcartão, que neutralizou a queda de 8,7% das impressas de plástico.

Nos doze meses contados de abril de 2011 a março de 2012, frente aos doze meses imediatamente anteriores, a atividade do segmento de embalagens apresentou crescimento de 2,05% na sua produção, como decorrência da queda de 6,51% na atividade de produção das impressas em plástico e, em sentido oposto, do crescimento de 3,87% nas impressas em papelcartão.

(Fonte: Guia da Embalagem, 14 de junho de 2012)