Lata Plus para tintas da Brasilata atinge o recorde de um bilhão de unidades vendidas

Lata Plus para tintas da Brasilata atinge o recorde de um bilhão de unidades vendidas“1 bilhão é para poucos”. Com este slogan, a Brasilata comemora o recorde obtido em abril de 2013 quando a lata Plus atingiu um bilhão de unidades vendidas. O sistema de fechamento por travamento mecânico desenvolvido pela empresa está patenteado no Brasil e também nos Estados Unidos, União Europeia, Japão e China, entre outros países. Para promover o recorde histórico de vendas, foi preparada uma edição especial do livreto que relata a história da invenção. Foi também produzida uma série comemorativa de cofrinhos dourados em forma de uma pequena lata de tinta com Fechamento Plus.

Até a última década do século XX, o mercado de embalagens para tintas continuava a utilizar apenas latas com o tradicional fechamento por atrito, cuja patente data de 1905, apesar da busca por inovações. Em meados do ano de 1995, a Brasilata surpreendeu o mercado ao apresentar um novo sistema de fechamento para a lata redonda de tintas com vários benefícios, que suporta melhor as pressões internas, choques, pancadas e mesmo a queda da lata. Utiliza menos matéria-prima no consumo de folha de aço no conjunto anel-tampa e oferece mais velocidade nas linhas de enchimento das indústrias de tintas.

Para o usuário, facilita o uso progressivo da tinta, pois garante o fechamento hermético e a melhor conservação da tinta. Na tampa, o fechamento Plus traz uma sequência de ilustrações impressas para facilitar abrir e fechar com um só toque e sem amassar. É mais fácil de limpar, pois a borda da tampa não tem canaleta e assim facilita o trabalho do pintor profissional.

O fechamento Plus da Brasilata é uma história de sucesso e um caso raro em que a tecnologia brasileira obteve patentes internacionais sendo exportada para o mundo. Em 1998, obteve a patente na União Europeia e, a partir de 1999, nos Estados Unidos. Além das versões em português e espanhol, as instruções para abrir e fechar estão disponíveis em inglês, francês e italiano para atender o mercado europeu. Na Itália, sua fabricação está licenciada para o Grupo Asa, de San Marino, desde março de 2006.

O sistema de fechamento Plus também evidencia a posição sustentável da lata de aço para tintas e produtos químicos. Devido ao perfil inovador no conjunto anel-tampa, o sistema de fechamento Plus consome menos folhas de aço do que uma lata convencional. Desde seu lançamento em 1995, o Fechamento Plus economizou 14 mil toneladas de aço que significam a redução de 21 mil toneladas de minério de ferro e de 6,4 mil toneladas de carvão. Além disso, por ser 100% reciclável, após o consumo a lata de aço retorna à sua condição inicial sem se degradar: uma vez reciclada por siderúrgicas retorna à condição do aço original.

(Fonte: Next Comunicação, 08 de maio de 2013)