Cresce produção de celulose e papel

Cresce produção de celulose e papelA produção brasileira de celulose cresceu 2,8% no primeiro bimestre do ano, se comparadas ao mesmo período de 2012. Com relação ao papel, a alta registrada foi de 1,6%. Foram produzidas 2,4 milhões de toneladas de celulose e 1,7 milhão de toneladas de papel, nos dois primeiros meses do ano.

As exportações do setor totalizaram US$ 1,1 bilhão no bimestre, com alta de 0,9% sobre o valor do ano passado. Foram US$ 774 milhões para a celulose e US$ 318 milhões para o papel, crescimento de 0,7% e 1,6% na receita, respectivamente.

O volume exportado no período somou 1,4 milhões de toneladas de celulose e 298 mil toneladas de papel, com destaque para o crescimento de 42,3% nas exportações de papel para a América do Norte, comparado aos resultados de janeiro e fevereiro de 2012. A América Latina permaneceu como o principal destino do produto.

As vendas no mercado doméstico alcançaram resultados significativos. Foram comercializadas 877 mil toneladas de papel e 276 mil toneladas de celulose no período, com altas respectivas de 7% e 5,3%, em relação aos mesmos meses de 2012.

O setor mantém forte atuação junto aos governos federal e estaduais, trabalho iniciado em 2012, a fim de consolidar mecanismos contra a prática de desvio de finalidade do papel imune, destinado à produção de livros, jornais e revistas, fato que continua a causar sérias distorções no mercado brasileiro. As empresas da União Europeia, Estados Unidos e Ásia que exportam para o Brasil, assim como grandes consumidores, também estão sendo informados sobre essas irregularidades relacionadas ao papel imune.

(Fonte: Investimentos e Notícias, 27 de março de 2013)